Fabrício Maciel e Anderson Andreis completam 12 anos como servidores efetivos no Legislativo

Sessão Ordinária12.06.19

Ambos foram aprovados no mesmo concurso público e assumiram cargo em 2007

Fotojet%2520%25281%2529

Após um ano como cargo de confiança, entre 2006 e 2007, Anderson Andreis foi empossado como Assessor Legislativo da Câmara de Vereadores de Abelardo Luz, em maio de 2007. Ele relembra o convite feito pelo então presidente da Mesa Diretora Lécio Panisson e o momento de mudança do prédio da Prefeitura para a sede própria.

“São 13 anos de Legisaltivo, iniciei na gestão do Lecio Panison, depois fui aprovado no concurso. Convivi naquele período com a conclusão da nova sede da Câmara. Foi uma iniciativa do antigo presidente Denílson Rodighero, em 2005, que contou com o comprometimento dos demais vereadores para que a economia daqueles anos fosse revertida para a construção do atual prédio do Legislativo de Abelardo Luz”.

Assessor Legislativo, ele destaca o trabalho desenvolvido junto aos vereadores na orientação e elaboração de documentos oficiais.

“A gente atende todos os vereadores fazendo as proposições, indicações projetos, matérias destinadas às sessões legislativas, tudo em equipe pensando no bem deste Poder. Por isso, fiz minha graduação em Gestão Pública, depois me especializei em Administração Pública e Gerencia de Cidades e concluí recentemente outra graduação em Recursos Humanos, para poder atender a necessidade do Legislativo”.

Anderson destacou também um período importante de eleições indiretas que ajudou a eleger um novo prefeito para Abelardo Luz após o impedimento de Nerci Santin, em 2008.

“Como era inédito no município, a Câmara tinha que fazer o regramento de quem podia se candidatar. Foi então que o Lécio Panisson se candidatou, assim como Chico Verginassi. Eu entendo que o Legislativo se saiu muito bem naquele momento, pois demonstrou muita capacidade para realizar suas atribuições com responsabilidade” concluiu.  

Fabrício Maciel assumiu o cargo de Assessor Legislativo em junho de 2007 e, juntamente com Anderson, participou deste momento de eleições indiretas, em março de 2008. Um dos momentos mais importantes desses 12 anos de legislativo, que elegeu o prefeito Lécio Panisson e o vice Carlinhos de Sennes.  

“Foi um período muito conturbado. A eleição aconteceu em 29 de março. Eu auxiliei na contagem de voto, o plenário estava cheio e houve algumas manifestações. O mais gratificante é que nos tornamos referência pelo protocolo realizado, pois o Tribunal Regional passou a nos indicar quando alguns municípios necessitavam de realizar eleições indiretas”.

Fabrício também comentou o outro fato importante na história do Legislativo de Abelardo Luz que foi a aquisição de uma sede própria e como isso contribuiu para a afirmação de independência deste poder.

“Foi de suma importância. Porque para parte da população a Câmara é uma extensão da prefeitura, quando na verdade são poderes independentes. Então o novo prédio contribuiu bastante para esse entendimento. E melhorou também o espaço para o atendimento da população e o acompanhamento das sessões com um plenário maior”.   

Filho de servidora pública, Fabrício já era Graduado em Direito quando ingressou na Câmara de Vereadores, e mesmo com uma bagagem no serviço público buscou se especializar em Gestão Pública para desempenhar a função no Legislativo Abelardense.

“Nosso trabalho é técnico, continuo e não se restringe apenas nas sessões da Câmara. Eu trabalho no atendimento dos vereadores, na parte técnica e trabalhos de Recursos Humanos como o pagamento da Folha. Em virtude da necessidade das atividades eu fiz mais uma graduação de Gestão de Cidade e uma especialização em Gestão Pública. A gente faz tudo de forma responsável e dedica porque sabe que isso tudo reflete na população e no município.  

Img 1242
Img 1247