Fichas de inscrição para o Projeto Parlamento Jovem começam a ser distribuídas nas escolas

Parlamento Jovem21.11.17

Os funcionários da Câmara de Vereadores de Abelardo Luz, Raquel Ferreira e Anderson Andreis começaram nesta terça-feira (21) a distribuir as fichas de inscrição para o Projeto Parlamento Jovem, nas escolas localizadas no interior do município. Eles estiveram nas escolas Semente da Conquista, Paulo Freire e IFC, explicando ao alunos a proposta do projeto e como participar.

Os funcionários da Câmara de Vereadores de Abelardo Luz, Raquel Ferreira e Anderson Andreis começaram nesta terça-feira (21) a distribuir as fichas de inscrição para o Projeto Parlamento Jovem, nas escolas localizadas no interior do município. Eles estiveram nas escolas Semente da Conquista, Paulo Freire e IFC, explicando ao alunos a proposta do projeto e como participar.

O projeto contempla estudantes do ensino médio que estejam cursando o 1º ou o 2º ano das escolas estaduais do município, em número de onze componentes, o mesmo de vereadores eleitos.

Nesta quarta-feira (22), a distribuição das fichas de inscrição será nas escolas estaduais localizadas no perímetro urbano. Na sexta-feira (24) as fichas de inscrição serão recolhidas em todas as escolas participantes.

Na segunda-feira (27), será feita a conferência e validação das fichas de inscrição, com o sorteio dos Parlamentares Jovens, durante a Sessão Ordinária, que inicia às 20 horas.  

No dia 7 de dezembro, às 20 horas, haverá realização de Sessão Solene de Diplomação e Posse dos Parlamentares Jovens sorteados, que terão um mandato de seis meses, iniciando no mês de fevereiro de 2018, e, neste período, serão realizadas sessões abertas ao público que ocorrerão em toda primeira quarta-feira do mês.

Parlamento Jovem

A escolha dos parlamentares jovens será proporcional ao número de alunos matriculados em cada escola participante, visando manter a representatividade entre todas as instituições, sendo que, no caso dos suplentes, se aplicará o mesmo critério.

O cálculo para obter a proporcionalidade será o número de alunos matriculados no ensino médio de cada escola, multiplicado pelo número de cadeiras do Parlamento, ou seja, onze, dividido pelo número total de alunos matriculados em todas as escolas participantes.

Cada escola participante nomeará três representantes, sendo um funcionário, um aluno do 1° ano e outro do 2° ano do ensino médio, que, juntamente com os funcionários nomeados pela Câmara de Vereadores, formarão uma Comissão para acompanhar todo o processo das inscrições dos alunos, conferência dos documentos necessários para validação das inscrições e sorteio dos vereadores.

Conforme o presidente da Câmara, Lucas Sernajoto, o Projeto Parlamento Jovem garante aos jovens a oportunidade de desenvolverem habilidades de argumentação e respeito à diversidade de opiniões, além de construir um olhar mais crítico sobre a realidade do município e suas necessidades, levantando os problemas e propondo soluções, semelhante à atuação dos vereadores eleitos.