Indicações aprovadas na sessão de segunda-feira(29-07)

Sessão Ordinária01.08.19

Solicitações aprovadas na 4ª sessão Ordinária deste mês pedem melhorias nos bairros Ipiranga, Santa Luzia, Beira Rio, Assentamentos Juruá, Olho D’Água e Indianópolis

Img 2696

Confira as Indicações aprovadas pelos parlamentares por unanimidade:

 

INDICAÇÃO Nº 145/2019 – Antonio de Medeiros

Sejam realizados os serviços com urgência de cascalhamento e demais melhorias necessárias na Rua Sebastião Antunes da Veiga no Bairro Ipiranga, bem como realizado o estudo para posteriormente a realização de pavimentação com pedras irregulares (calçamento) na referida via pública.

 

INDICAÇÃO Nº 146/2019 – Volmir Dutra

Seja vista a possibilidade da colocação de lixeiras na Avenida Padre João Smedt n. 1460 e na Rua Rigoberto Zandona no Bairro Santa Luzia.

 

INDICAÇÃO Nº 147/2019 – Queila Baretta e Vilmar Baumgratz

Sejam realizados os serviços de patrolamento e cascalhamento da estrada que da acesso à propriedade do Senhor João Borma e demais moradores da região, bem como a realização da limpeza dos bueiros localizados nos Assentamentos Juruá e Olho D`Água.

 

INDICAÇÃO Nº 148/2019 –Vilmar Baumgratz, Queila Baretta e Tiago Kosinski

Seja realizada as obras de reforma da ponte que liga o município de Abelardo Luz com o município de Passos Maia, que fica na divisa com o Assentamento  Indianópolis com divisa com a fazenda Mendes.

 

INDICAÇÃO Nº 149/2019 – Selvino Pereira e Volmir Dutra

Seja atendida a seguinte Indicação na  Rua Adão dos Santos, mais conhecida como  Avenida Beira Rio, conforme segue;

 

- Sejam realizados os serviços de reparos e pinturas dos bancos e lixeiras;

- Sejam realizada a colocação de mais bancos na Avenida Beira Rio sentido a Ponte na parte mais antiga da rua;

- Sejam realizada a revitalização do parquinho e da quadra de areia;

 

INDICAÇÃO Nº 150/2019 – Selvino Pereira 

Sejam executados os serviços de patrolamento, cascalhamento e demais melhorias necessárias na estrada que da acesso à propriedade do Senhor César Cristiano, família Huberti e demais moradores da região na Comunidade Alegre do marco.