Superintendente Regional da Casan explica dificuldades encontradas pela companhia

Sessão Ordinária28.08.19

Estiagem e troca de bombas são fatores que afetam o abastecimento no município

Img 3488

Atendendo o convite feito pelo Legislativo Abelardense através de Requerimento da vereadora Carla Kleinebing e aprovado por todos os vereadores, o Superintendente Regional da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), Daniel Scharf, compareceu na sessão da última segunda-feira(26), juntamente com Rafael Pântano, Chefe da Agência da Casan Abelardo Luz e Arthur Vieira, Gerente operacional.

Em tribuna, Scharf explicou as dificuldades enfrentadas nesse período de estiagem que tem prejudicado o atendimento a alguns bairros de Abelardo Luz.

“Não é uma situação pontual aqui de Abelardo Luz, ela acontece em todo estado. Desde o início de julho o nível de captação do Rio Chapecó começou a cair. Infelizmente a chuva não conseguiu recuperar esse nível. Para amenizar esse problema, passamos a fazer captação 24 horas por dia e estamos instalando novas bombas com capitação horizontal”.

O superintendente ainda esclareceu outra cobrança recorrente que é a de recuperação do asfalto e calçadas após intervenção da companhia para reparar algum vazamento em sua rede.

“A Resolução Nº 150 permite que a companhia repasse o valor do conserto de pavimentação, calçamento e passeio às prefeituras. A Casan encaminha um relatório à administração municipal informando onde devem ser feito os consertos. A execução do serviço é responsabilidade do município e é feita confirme sua demanda. Já a Casan, após a medição, efetua o pagamento da obra”.

Ainda sobre o número de funcionários o superintendente relatou que a nova diretoria montou uma comissão e fez o levantamento de dados para avaliar a necessidade de novos profissionais em cada agência. E que cada caso está sendo avaliado pela companhia.