Vereadores de Abelardo Luz visitam dependências da APAE

Comunidade09.02.17

O presidente do Legislativo de Abelardo Luz Lucas Sernajoto, acompanhado pelos vereadores e imprensa local, visitaram na manhã de 08 de fevereiro, as dependências da Associação dos Pais e Excepcionais – APAE Agnaldo Antônio Panisson. Na oportunidade conheceram as estruturas físicas da entidade e também ouviram da direção as dificuldades encontradas pela instituição.

148663189574379

O presidente do Legislativo de Abelardo Luz Lucas Sernajoto, acompanhado pelos vereadores e imprensa local, visitaram na manhã de 08 de fevereiro, as dependências da Associação dos Pais e Excepcionais – APAE Agnaldo Antônio Panisson. Na oportunidade conheceram as estruturas físicas da entidade e também ouviram da direção as dificuldades encontradas pela instituição.
A inciativa em conhecer as dificuldades da escola partiu da presidência do Legislativo. “A APAE vem enfrentando muitos problemas financeiros, principalmente pela falta de apoio do Poder Público anterior. A instituição é patrimônio da sociedade de Abelardo Luz e nós não podemos deixar de contribuir. Durante a primeira reunião de trabalho com todos os vereadores, em comum acordo, todos se disponibilizaram em ajudar. Hoje conhecemos a estrutura e estamos estudando uma forma legal para contribuir financeiramente com a instituição”, explica Lucas Sernajoto. 
A primeira parte do prédio foi inaugurada em 1985 e muitas pessoas já passaram pela APAE. “A APAE de Abelardo Luz é uma das únicas do Brasil que possui uma Extensão. Na 25 de Maio, é extremamente grande e demanda de muitos recursos. Aqui se encontram aparelhos de última geração e o valor para comprar e manter é bastante alto. Vamos trabalhar e conclamar a sociedade que participe e colaborarem para a melhor qualidade de vida destes alunos especiais”, enfatiza o Presidente.
A vereadora Carla Kleinubing, com vasta experiência em contabilidade, esclareceu alguns pontos que devem ser seguidos para o repasse do recurso. “Visitando a APAE, observamos que tem uma estrutura física espetacular, só que falta o recurso financeiro para manutenção. Neste ano, com o novo marco regulamentatório, o repasse do recurso não é mais possível de forma automática. Agora o município precisa criar um programa que a atividade seja para o bem comum. A entidade vai passar por uma avaliação do Conselho da Assistência e as entidades que se encaixarem para executar este programa precisam fazer uma proposta e vai vencer a entidade que fizer a melhor proposta. Temos todo um trâmite para seguir, mas não vamos medir esforços para que recursos sejam transferidos para a APAE”.
Carla destaca ainda de que forma o processo iniciará. “Vamos procurar a Assessoria Jurídica da Câmara e do Executivo para ver da possibilidade de estar criando este programa para atender pessoas portadoras de deficiência e para que se faça um chamamento público das entidades que se propõem em fazer parte deste projeto. Desta forma, vamos fazer todo trâmite legal, o mais rápido possível”.
O vereador Germino Gotardo também avaliou a visita como positiva. “Precisamos ajudar a APAE. São muitos alunos, inclusive na Extensão na 25 de Maio. O custo para manter é muito alto. A diretoria está se esforçando, mas nós vereadores e a comunidade precisam colaborar”.
O presidente da APAE, Evandro Biondo explicou que em três anos que está à frente da instituição, a primeira vez que um grupo de vereadores visita a APAE. “A visita foi de grande valia. O que nos deixa tranquilo é que o Lucas nos procurou e o grupo todo está interessado em ajudar a APAE. Hoje, além de estarmos passando por muitos problemas financeiros, o transporte é bastante precário, onde não é adaptado, é de 2001 e precisamos utilizar diariamente. São 123 alunos e mais funcionários utilizando o espaço e com o tempo vai desgastando, sendo necessárias manutenções e reformulações para os novos tratamentos. Tudo demanda de recursos”.

Assessoria de Comunicação